Escolas também podem ajudar na educação nutricional

Já sabemos a importância da família na educação nutricional das crianças e jovens. Afinal é dentro de casa que somos ensinados a provar comidas diferentes e criamos hábitos alimentares que nos acompanharão durante a vida.

Mas os colégios têm um papel importante durante esse processo de descobrimento dos sabores dos alimentos e aquisição de um hábito alimentar mais saudável. E essa relação pode se estabelecer além da hora da merenda, com atividades guiadas por um nutricionista.

Atividades dentro de sala de aula com o intuito de envolver os alunos em experiências sobre educação alimentar. O nutricionista, em parceria com a equipe pedagógica, vai ajudar as crianças a ampliarem o conhecimento dos nutrientes dos alimentos. E por meio de degustações incentivar a alimentação saudável.

As atividades devem somar o conhecimento sobre a importância de hábitos alimentares mais saudáveis e conceitos da pirâmide alimentar. O nutricionista irá montar um cardápio adequado à faixa etária da turma, e os alunos podem participar do preparo dos pratos.

Atividades isoladas são legais, mas é preciso aplicar os ensinamentos no dia a dia

Durante as aulas, o professor pode propor atividades que contribuam para uma maior consciència sobre os alimentos. Por exemplo, pode ser sugerido um estudo sobre os rótulos que as crianças trouxerem de casa. A partir deles é possível descobrir quais os ingredientes foram usados, se é saudável ou não.

Professores de todas as disciplinas podem incluir em suas rotinas algumas atividades sobre alimentação. Assim, passa a ser um assunto comum entre os alunos e nas tarefas de casa podem envolver a família.

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *