Mosaico climático: Saiba porque o clima ‘louco’ da Austrália pode tornar seu intercâmbio ainda melhor

pexels-photo-68704

Imagine um mosaico de cores, temperaturas e paisagens: é assim o clima da Austrália, onde um grande território comporta vários tipos de clima, oferecendo ao viajante uma ampla experiência também nesse quesito. Quem está para fazer o seu sonhado intercâmbio na Austrália deve se atentar para esse fato, mas de forma positiva: serão várias experiências em um só destino.

Durante o verão, que começa no meio de dezembro e acaba em fevereiro, as temperaturas podem facilmente ultrapassar os 40 graus. Quem ama o calor vai gostar dessa questão, mas não se esqueça de usar protetor solar mesmo nos dias nublados. Já durante o inverno, frio e o calor são sentidos, mas o céu azul geralmente é uma constante, com exceção de Melbourne, cuja fama de ser uma cidade cinza, a “São Paulo” da Austrália.

Em algumas cidades, como a capital Canberra, pode fazer muito frio e até nevar. No inverno, que pode começar em maio e terminar no final de agosto, chega a nevar em alguns pontos da Austrália, e as estações de esqui viram ótimas atrações para os turistas. No Norte, entretanto, o inverno não é frio. Loucura, não é mesmo?

road-red-street-sign

As chuvas também estão inclusas nesse clima totalmente diferente.  Existem três denominações na Austrália para os tipos de chuva. Temos as “showers”, as chuvas mais isoladas. As “rains”, que são as chuvas intensas, e as “hail”, chuvas com granizo, mais violentas. Saber onde chove pode ser uma boa para o turista se livrar de alguns problemas. Queensland é um local onde chove muito. Do outro lado, temos o Outback, onde é muito árido e seco.

As variações de clima são extremamente boas para o viajante. Você pode mesclar dias na praia, em um sol agradável, com neve nas montanhas, friozinho com chocolate quente e muita curtição esquiando. Pense nas vantagens.

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *