Chegou a hora de saber a técnica para impressionar na redação do ENEM

É comum o futuro acadêmico ficar um pouco inseguro na hora de fazer a redação na prova do Enem ou vestibular, afinal é essencial tirar uma nota relativamente boa para poder ser aprovado em alguns cursos de graduação.

O tema abordado só é dito no momento da prova, então o aluno precisa ter conhecimento sobre as várias estruturas de uma redação. Entre elas, podemos encontrar a dissertação, narração e descrição.

E como toda redação, é necessário que o texto contenha introdução, desenvolvimento e conclusão. Por isso, o conteúdo a ser elaborado deve conter continuidade e ser claro para quem irá corrigir. Precisa também ter bons argumentos, e não pode, de jeito algum, fugir do tema.

Chegou a hora de saber a técnica para impressionar na redação do ENEM

Existe uma prática de texto que está auxiliando muitos estudantes e até publicitários na hora da criação de propagandas. Já ouviu falar em Storytelling? Se a resposta for não, saiba que chegou a hora de você aderir a essa nova estrutura textual.

Storytelling nada mais é do que um conto que tem início, meio e fim. Porém, ela vai muito além, prendendo o leitor por diferentes sensações durante a história, na qual pode ficar por muito tempo na memória do mesmo. Um exemplo de Storytelling é a obra do Harry Potter, ou então a música “Eduardo e Mônica” do Renato Russo, que é conhecida nacionalmente e por todas as gerações.

Ela é separada por quatro segmentos: Descrição, Ação, Narração e Diálogo.

Descrição – É um texto em que o autor reproduz o mundo palpável, físico e visível. Não contando apenas o que ele vê, escuta ou cheira, mas tentando sempre passar ao leitor a sensação que aquilo lhe causou.

Ação – É basicamente contar o fato ocorrido, ou seja, o que as pessoas fizeram ou estão fazendo. Mas lembre-se que a ação anda junto com descrição, como café com leite, pois o autor quer passar para quem está lendo exatamente o mesmo sentimento que ele teve. Por isso, na hora de contar a ação deve detalhar todo o fato.

Narração – Ela é a parte do texto em que o autor narra o que se passa na cabeça dos personagens, trazendo lembranças do passado, pensamentos para o futuro e etc. Uma Storytelling precisa da narração para fluir, pois a mesma demonstra a profundidade de cada personagem e ambiente.

Dialogo – Parece ser simples, geralmente são separados por travessão, sendo às vezes redundantes, só confirmando o que já foi relato, ou então supérfluos, fazendo com que o personagem explique o fato em palavras descritas por ele mesmo.

Imagina só se a sua Storytelling parar na internet por ter impactado o professor que a leu? Genial, não? Comece a pensar agora mesmo na sua.

3 Comments

  1. Olá, tudo bem?

    Gostei muito do seu post no seu conteúdo.

    Beijos!

    7 de Março de 2016
    Reply
    • Keilla Xavier said:

      Oi, obrigada Pedro. Abs 😉

      10 de Março de 2016
      Reply
  2. Cristina said:

    Olá amor,

    que artigo lindo de morrer!

    Eu sei o quanto é complicado é ter um blog!

    Tenho escrito sobre o Cursinho Descomplica no meu site maiseducativo.com.br

    Beijos!

    15 de Março de 2016
    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *