Estudar para o exame da OAB requer dedicação, mas algumas dicas podem ajudar

Quem está estudando para as duas fases da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) sente, com frequência, um “frio” na barriga, já que a prova possui vários tipos de questões ligadas a muitas áreas do Direito. Todo aluno formado ou recém-formado sabe que a prova é complexa, mas algumas dicas bacanas podem ajudar num momento de dificuldade.

Na 1ª fase, cerca de 12 questões da prova objetiva são baseadas no Estatuto da OAB e do Código Ética, então se você dedicar pelo menos um terço dos seus estudos para disciplinas ligadas à esses materiais, poderá gabaritar as questões. Mais uma dica é resolver provas de exames anteriores, que poderão te dar uma boa base de desempenho.

exame da oab

Algumas matérias como o Estatuto da Criança e do Adolescente  e o Código de Defesa do Consumidor sempre são cobradas nas provas objetivas do Exame da OAB. Mais uma matéria que você deve ter em mente com força. Outra dica valiosa é ler uma hora por dia a Constituição Federal, sempre atualizada, até o dia da prova objetiva. Sempre caem muitas questões ligadas à CF.

Para a fase 2 da prova, que avalia a capacidade do estudante de Direito ou do advogado formado de colocar em prática seu aprendizado, ele deverá resolver um caso proposto na prova. Uma grande dica é não perder tempo com rascunhos, apenas esboçar sua resposta e não demorar, pois além da peça prática proposta, o aluno deve responder mais questões subjetivas na prova. Outra dica valiosa é ficar atento aos detalhes, cuidando da caligrafia e dos seus materiais no dia.

Em um ano, são realizadas pelo menos três exames da OAB. Caso você não passe, mesmo com essas dicas, não desanime e continue estudando, verificando onde errou, e em breve você conseguirá a aprovação e poderá ter sua carteira da OAB. Não desista.

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *